Morre João Gilberto, o baiano que apresentou a Bossa Nova ao mundo

Cantor de 88 anos vivia no Rio de Janeiro; artistas e personalidades lamentam sua morte

O cantor juazeirense João Gilberto Prado Pereira de Oliveira (10 de junho de 1931) morreu neste sábado, aos 88 anos, na casa onde vivia, no Rio de Janeiro. O músico foi um dos responsáveis por apresentar a Bossa Nova ao mundo. A informação da morte foi confirmada pelo filho do cantor, que mora nos Estados Unidos, João Marcelo, nas redes sociais. João Gilberto enfrentava problemas de saúde há alguns anos.

“Meu pai morreu. Sua luta foi nobre, ele tentou manter a dignidade à luz da perda de sua soberania. Agradeço à minha família (meu lado da família) por estar lá para ele, e Gustavo por ser um amigo de verdade para nós e cuidar dele como um de nós. Por fim, gostaria de agradecer a Maria do Céu por estar ao seu lado até o final. Ela era sua verdadeira amiga e companheira”, escreveu o filho, em inglês. Além de Marcelo, o cantor deixa mais dois filhos, Bebel e Luísa.

Foto: Sofia Gilberto (neta de João Gilberto) / Acervo familiar

A notícia da morte do cantor e compositor foi recebida com muita comoção. Em meio a agradecimentos, saudações aos familiares e recordações, não faltaram homenagens de artistas e personalidades da Bahia.

Pelo Instagram, Gilberto Gil publicou um vídeo com a canção ‘Gilbertos’, que homenageia o mestre João e fala da sua relação como discípulo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gilberto Gil (@gilbertogil) em

A cantora baiana Gal Costa também usou o Instagram para se despedir do artista, que, segundo ela, foi um dos maiores responsáveis pelo seu estilo musical.

Daniela Mercury lembrou que um dia foi chamada de parente pelo músico e lamentou a morte de João.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daniela Mercury 👑 (@danielamercury) em

Em poucas palavras, Caetano Veloso definiu o que a música de João Gilberto significou para o Brasil e o mundo. Após recitar estrofes de canções de outros famosos intérpretes brasileiros, proclamou: “melhor que isso só o silêncio. Melhor que o silêncio, só João”.

Além do meio artístico, o cantor e compositor também recebeu homenagens do governador Rui Costa, que decretou três dias de luto na Bahia. Por meio de postagem no Instagram, ele lembrou as origens do artista, natural da cidade de Juazeiro.

Já o prefeito de Salvador, ACM Neto, destacou a importância do artista para disseminar a cultura da cidade e da Bahia.

Acompanhe o Caderno de Notícias no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Carregar mais em Brasil

Vejam também

Vídeo: Irmã Dulce se torna oficialmente a primeira santa brasileira

Irmã Dulce (Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, nascida em Salvador, da Bahia, em 1914…