MP Antifraude é aprovada no Senado com 55 votos

O governo considera a MP 871 como um dos alicerces da reforma da Previdência; a economia será de R$ 9,8 bilhões em 12 meses.

A Medida Provisória nº 871/2019, editada pelo governo federal, foi aprovada pelo senado na noite desta segunda-feira (3). A medida, chamada de MP Antifraude – por determinar um pente-fino nos benefícios do INSS -, também modifica as regras para a concessão de aposentadoria rural, acabando com o papel de sindicatos no cadastro do trabalhador do campo, com o objetivo de coibir fraudes.

Mesmo sendo segunda-feira, dia atípico para votações em plenário, 68 senadores registraram presença. Destes, 55 votaram a favor da MP e 12 contra. A medida agora segue para sanção presidencial.

O governo considera a MP 871 como um dos alicerces da reforma da Previdência, que ainda está em tramitação na Câmara, e estima que a economia será de R$ 9,8 bilhões em 12 meses.

Acompanhe o Caderno de Notícias no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Carregar mais em Brasil

Vejam também

Amigo de Bolsonaro é nomeado na presidência da Petrobras com salário de R$ 55 mil

Carlos Victor Guerra Nagem, amigo de Bolsonaro, ganhou um cargo de assessor de presidência…