“Câmara aprova reforma da Previdência com votos comprados”, afirma deputado baiano

O parlamentar diz que a população deve prestar atenção nos políticos que votaram a favor

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) foi um dos políticos que votaram ‘não’ para o projeto da reforma da Previdência aprovado na Câmara, nesta quarta-feira (10), em primeiro turno. Um dos críticos ao projeto do governo de Jair Bolsonaro (PSL), Assunção disse que “a peça só passou porque os parlamentares receberam, para votar a favor, emendas no valor de R$ 40 milhões cada”.

O placar foi de 379 votos a favor e 131 contra. Eram necessários pelo menos 308 votos (3/5 dos deputados) para aprovar o texto. A peça agora vai para o segundo turno e, se aprovada, segue para o Senado Federal.

O parlamentar baiano pede para a população prestar atenção nos políticos que defenderam a reforma da Previdência. “Todos reconhecem que os mais pobres serão sacrificados em nome do lucro de poucos, sem nenhuma expectativa de aumento de emprego, melhoria na educação ou saúde”, enfatiza. Valmir completa dizendo esperar que no Senado, a votação seja diferente.

Acompanhe o Caderno de Notícias no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Carregar mais em Política

Vejam também

“Não posso admitir que façam filmes como o da Bruna Surfistinha”, diz Bolsonaro

Durante cerimônia alusiva aos 200 dias de governo, Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-fei…