Maia afirma que diálogo na reforma da Previdência é suprapartidário e cobra apoio do governo

‘O sapo morre pela boca’, diz presidente da Câmara sobre declaração de Guedes acerca de corrupção no Congresso

Após uma semana de negociações com governadores e líderes partidários, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), ao termino de uma reunião nesta manhã (27) com os lideres do Centrão, disse que o diálogo sobre a reforma da previdência é suprapartidário. “O que a gente não pode é obstruir a votação sem nenhum tipo de motivação até porque nosso diálogo hoje é com todos os governadores e todos os partidos então há um diálogo na reforma que é suprapartidário”, afirmou.

Questionado sobre a declaração do ministro Paulo Guedes, ao afirmar que o Congresso é uma “máquina de corrupção”, Maia respondeu pedindo apoio e citando um ditado popular. “Precisamos que a equipe econômica volte a nos ajudar como nos ajudou até a apresentação do relatório, até ali nosso trabalho em conjunto era muito forte. Precisa voltar a ser assim. Como eu disse, o sapo morre pela boca, quero dizer, o peixe”, comentou.

Rodrigo Maia deu prazo até terça-feira para que os governadores consigam votos a favor da reforma da Previdência. Essa é uma condição para que estados e municípios sejam incluídos na reforma. Ele mantém a expectativa de votar a matéria no plenário da Câmara antes do recesso parlamentar, que começa no dia 18 de julho.

Acompanhe o Caderno de Notícias no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Carregar mais em Política

Vejam também

“Não posso admitir que façam filmes como o da Bruna Surfistinha”, diz Bolsonaro

Durante cerimônia alusiva aos 200 dias de governo, Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-fei…